Avançar para o conteúdo principal

Quarto... Criar o refúgio necessário para crianças felizes!

Mulher que é mulher adora tudo o que seja decoração... Quando se junta a faceta de mãe, todo o universo conspira a favor de mil e uma ideias de decoração, não só para a casa, mas eu diria principalmente para o quarto do mais recente membro da família.

Eu não sou diferente do que descrevi em cima... Se eu vos disser o quanto sou fã de todos os programas de decoração que passam na televisão... Nem imaginam! E claro que a busca de inspiração para o quarto do baby boy tem sido uma constante, principalmente nos últimos tempos em que, já com 15 meses, começa a ter interesse por algumas actividades e já começo a perceber melhor a sua personalidade e a forma como ele gosta de estar.

Olhando assim para o mundo virtual, o Pinterest será, de longe, o melhor local onde podemos encontrar inspiração para as mais diversas áreas, não ficando a decoração do espaço dos mais pequenos de fora. Criei recentemente uma conta para o blog onde irei colocando as minhas inspirações sobre decoração, parentalidade ou até mesmo pequenos projecto de DIY. E já comecei a guardar as primeiras inspirações, mais concretamente sobre quartos de inspiração Montessori.

Quando pensamos em Montessori, a maioria das pessoas associa logo a um quarto em que exista uma cama em forma de casinha (já tinha escrito um pouco sobre quartos de inspiração Montessori neste post). A cama num quarto Montessori é apenas uma pequena parte daquilo que podemos criar como ambientes para as nossas crianças. Podemos criar diversos áreas como a área para relaxar, a área para os brinquedos, a área para a música ou para a leitura... Enfim, aquelas áreas de que a criança precisa no seu dia-a-dia e para o seu desenvolvimento. E para um quarto, precisamos de objectos e de mobiliário que permita construir estes mesmos ambientes e é sobre isso que é o post de hoje. Vou deixar aqui algumas dicas para espaços de dormir e de brincadeira que podem encontrar facilmente e que vos poderão ajudar com os quartos dos vossos mais pequenos, mesmo que não pretendam seguir Montessori.


ESPAÇO PARA RELAXAR E DORMIR

A cama talvez seja das primeiras coisas que compramos para o quarto dos mais pequenos. Habitualmente, começa por se ter um pequeno berço no nosso quarto, antes o bebé para o seu quarto. Quando é chegado esse momento, a escolha habitual recai nas tradicionais camas de grades, como por exemplo este berço.

Querendo promover a autonomia da criança, outras possibilidades existem como, por exemplo, camas que sejam mais próximas do chão e que permitam à criança que possa entrar e sair da cama sozinha sem perigos de quedas. Uma alternativa que já tenho visto em diversos fotografias de quartos tem sido uma cama como a da foto abaixo mas em que foram cortados os pés, ficando o colchão mais baixo.


ESPAÇO PARA BRINCADEIRAS E ARRUMAÇÃO

Quando idealizamos um quarto de criança, temos de ter presente que a sua evolução ocorre muito depressa e que rapidamente deixarão de fazer sentido temas demasiado infantis ou com demasiado cor-de-rosa ou azul. Apostem em soluções mais intemporais, de cores mais neutras e que sejam fáceis de adaptar a outros locais da casa quando, um dia mais tarde, a criança demonstrar que quer uma decoração diferente. Aqui por casa, a solução de arrumação de que mais gostamos são as estantes KALLAX.

Querendo permitir ao meu baby boy que chegue facilmente aos seus brinquedos e livros, esta pareceu-me uma boa opção já que, em cada quadrado, posso dispor os objectos e livros à visto permitindo que seja ele a escolher o que quer fazer em cada momento. Outra alternativa, mas em que os brinquedos já não estão à vista é o sistema TROFAST.

Para livros, confesso que acho muito engraçadas as soluções que a Vertbaudet possui: estantes em que os livros estão todos visíveis e acessíveis aos mais pequenos, permitindo-nos fazer a rotatividade dos livros oferecidos facilmente, permitindo à criança aceder facilmente a diferentes livros sem se sentir assoberbada pelo excesso de informação à sua volta.

 



Estas são algumas das minhas sugestões. A maior parte acaba por ser Ikea porque aqui me confesso uma fã desta loja... No entanto, este também será um dos primeiros posts de sugestões para os quartos e outros locais da casa a pensar nos mais pequenos, numa perspectiva de ambiente preparado, por isso outras sugestões irão aparecer. Fico também a aguardar as vossas dicas e sugestões que tenham criado para os vossos mais pequenos.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Casar: recordar um dia tão especial!

Casamento. Aquele momento especial na vida de qualquer casal e que se deseja que seja único para toda a vida. O casamento pode ser mais ou menos tradicional mas é um momento que marca e que queremos que seja inesquecível para nós e para os nossos convidados. Desde o momento em que acontece o pedido, a cabeça (normalmente, da noiva) começa a fervilhar com mil e uma ideias para colocar em prática e a ansiedade e o stress vão aumentando exponencialmente com o aproximar da data.  Mas perguntam vocês? Porque estou eu a falar de casamentos num blog que é muito mais baby blog que outra coisa? Para quem não sabe, o meu casamento aconteceu no dia em que o meu filho fez um ano. Com o segundo aniversário do baby boy e o primeiro aniversário de casamento quase aí, estou em modo lamechas a recordar tudo o que foi preparar este dia, que foi tudo menos convencional. Querem saber como tudo aconteceu? Conforme já vos disse, o meu casamento não foi de todo tradicional. Não foi um casamento

Crescer, desenvolver... Construir uma casa desde os alicerces!

Para quem se dedica ao estudo da Psicologia, Comportamento Organizacional ou Recursos Humanos, a pirâmide das necessidades de Maslow não deve ser totalmente desconhecida. Abraham Maslow, um psicólogo americano que trabalhou no famoso MIT, desenvolveu uma teoria de personalidade assente numa hierarquia de necessidades, segundo a qual afirmava que cada ser humano necessitava, patamar a patamar, de satisfazer um conjunto de necessidades de um tipo antes de poder satisfazer necessidades de outro tipo. Fonte: Laudon Online Olhando bem para esta pirâmide, vemos que temos de passar pelos diversos patamares até conseguirmos atingir sentimentos de autoestima e de realização pessoal, sendo fundamental para os quais vermos satisfeitas as necessidades mais básicas como seja a alimentação, aspectos fisiológicos do nossos organismo, ter uma casa, um emprego e uma família. Será que esta pirâmide não poderá estar presente em outros campos, com as devidas adaptações? Não teremos nós, por

Quarto de bebé: o nosso pequeno mundo!

Durante a gravidez e mesmo depois de sermos mães, o quarto do bebé deve ser um dos locais onde passamos mais tempo e um dos quais dedicamos maior atenção na nossa casa. Se durante a gravidez, a preocupação é decorar o quarto com todos aqueles pequenos detalhes que o tornem especial e único (sem que isso seja, obrigatoriamente, sinónimo de funcionalidade), depois de sermos mães e de percebermos aquilo que o nosso bebé e nós precisamos para as diferentes parte do dia, o quarto de bebé acaba por ir sofrendo algumas adaptações ao longo do tempo. O tema do quarto de bebé não é novo aqui no blog. Se a memória não me falha, já escrevi por aqui sobre pequenas sugestões para criar um refúgio para crianças felizes , já me inspirei na IKEA Portugal para vos dar sugestões de como criar um ambiente preparado Montessori-friendly no quarto dos mais pequenos e já escrevi também por aqui sobre como não deve faltar muito para haver algumas mudanças no quarto do baby boy neste início de 2018 . Passa