Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2017

Natal guloso do baby boy

Todos nós sabemos que, nesta quadra, abundam os doces e os docinhos nas mais diversas formas e com crianças pequenas devemos ter alguns cuidados especiais quanto à alimentação. No livro "Deixe-os comer terra", de Brett Finlay e Marie-Claire Arrieta (de que já vos falei neste post sobre vacinas e neste post sobre o desmistificar do contacto das crianças com os micróbios no dia-a-dia), os autores recomendam que se mantenha o açúcar dado às crianças numa quantidade mínima pois "um bebé guloso vai, provavelmente, tornar-se uma criança gulosa", para além de que "quanto menos açúcares refinados o bebé ingerir, melhor, tanto para ele como para os biliões de micróbios que se deleitam com tudo o que termina na barriguinha dele". 
Desde que introduzi a alimentação complementar ao meu pequeno pirata, agora com 19 meses, que a preocupação com alimentos açucarados ou demasiado processados tem sido constante. Sinal disso, foram os livros que vieram viver cá para casa:…

Dia 24... Nada será como antes!

Chegou o dia 24 de Dezembro. É hoje a tão desejada véspera de Natal. Preparam-se os últimos detalhes para a noite em família. São feitas as últimas compras (alguns desejos de última hora) e tenta-se que tudo esteja pronto a horas para receber as nossas pessoas.Cada colher de farinha adicionada ao bolo que estou a preparar vai carregada de carinho. Cada ovo que se abre transborda de vontade de mimar as pessoas de quem mais gosto. É hora de mexer a massa e distribuí-la, com muito amor, por cada papelinho de cupcake.Este é o teu segundo Natal mas o primeiro em que vais ter consciência de que estes dias são diferentes. A árvore tem feita as tuas delícias e as decorações de Natal têm sido as tuas companheiras desde que o espírito desta quadra inundou a nossa casa.Esta é uma quadra com um sabor totalmente diferente desde que nasceste. É mais doce. É mais vivida. Há mais mimo e mais colo. E eu até me dediquei a projectos em modo DIY.Nada é o mesmo desde que tu nasceste... e sinto que tudo ai…

Ser mãe é, também, mimar quem cuida dos nossos filhos!

Ser mãe é cuidar, mimar... E agradecer aquelas pessoas que, todos os dias, dão um pouco de si para cuidar do meu bem mais precioso: o meu filho. Já escrevi por aqui sobre a alegria que sinto (e a gratidão!) por o meu filho estar naquela que é a escola do nosso coração.Não imaginam a tranquilidade que é, todos os dias quando deixo o meu filho na escola, saber que ele está num local onde é cuidado com amor, onde existe colo e o choro prolongado não tem lugar. Onde respeitam a sua forma de ser e as suas paixões que vão despontando pouco a pouco. O meu coração fica tranquilo quando o meu filho estica o braço à educadora a pedir um abraço e esse pedido é satisfeito com um sorriso nos lábios.Uma coisa é aquilo que está inerente ao pagamento da mensalidade da escola: as questões mais instrumentais como alimentação, higiene e promoção do desenvolvimento. Mas educar com o coração, o colo e o mimo não se pagam com uma mensalidade... Nem essa mensalidade obriga a que determinados gestos existam.…

Cheira a Natal!

Cheira a Natal cá em casa!A árvore de Natal já decora a sala e o baby boy não consegue resistir ao brilho das bolas.Cheira a Natal cá em casa!Há decorações em vários recantos: um anjo no nosso quarto, uma pequena rena junto à árvore e um cavalo de baloiço no quarto e há um pai natal e uma rena a fazerem companhia na hora dos cozinhados na cozinha.Cheira a Natal cá em casa!Já se pensa nas iguarias e nos docinhos que vão estar na mesa na noite de 24 e no dia de 25.Cheira a Natal cá em casa!O boneco de neve diz que hoje é dia de fazer bolachinhas para oferecer. Colocar carinho em cada em biscoito com um sentimento de gratidão em cada dentada. Cheira a Natal cá em casa! E é tão bom!

Ajudar: hoje e todos os dias!

Chega o Natal e somos inundados pelas mais diversas campanhas de solidariedade. Recolha de alimentos, de brinquedos, donativos, voluntariado... Muitas são as formas que temos à nossa disposição para dar um pouco de nós ao próximo. É impossível ficar indiferente e não devemos mesmo ficar.Ao mesmo tempo podem surgir outras notícias que nos fazem duvidar quanto ao verdadeiro destino da nossa ajuda. Notícias no passado quanto ao Banco contra a Fome ou as mais recentes notícias relacionadas com a Raríssimas. Estas notícias preocupam-me por dois motivos principais: por existirem pessoas que colocam a sua agenda pessoal e os seus interesses à frente do motivo da existência da instituição de solidariedade que representam e pelas consequências que estas notícias podem ter ao nível da ajuda que pode chegar a estas entidades...Sempre ajudei. Sempre tive vontade de ajudar. E quero educar o meu filho nessa vontade. Educar para a paz, como defendia Maria Montessori, é também educar na consciência d…

Mãe equilibrista: família, trabalho e faculdade

Para quem acompanha mais atentamente o Instagram da Happy Mom descomplicada ou a página do Facebook do blog, já se deve ter apercebido que, para além de ser mãe de um traquinas maravilhoso de 19 meses, trabalho e estou a finalizar um doutoramento. E sim, ainda consigo arranjar tempo para vos escrever aqui no blog e ir partilhando boas descobertas no Facebook. Devem julgar-me louca por conseguir ter tempo para isto tudo, não é? Estou longe disso... Ao mesmo tempo, também já se devem ter dado conta que gosto bastante de organização pessoal e de encontrar boas dicas para uma melhor gestão do meu dia-a-dia. Por exemplo, já partilhei convosco que sou um pouquinho viciada em organização e um pouco da forma como me organizo em casa e no trabalho. Também já vos mostrei que sou viciada em checklists e que me ajudam especialmente a manter o foco nas tarefas mais importantes que tenho para concluir a curto prazo.
Há uns tempos e sobre uma publicação da página do Facebook Mãe & Estudante, su…

Deve ser do aproximar do final do ano...

Vamos lá ao momento cliché do dia... Nunca tiveram aquele momento nas vossas vidas em que tiveram vontade de mudar o rumo? De dar uma volta de 180° nas vossas vidas, atirar tudo para trás das costas e seguir em direcção ao horizonte sem destino definido? Que romântica e que filosófica que eu estou, não é verdade?
Todos temos momentos assim nas nossas vidas e estes pensamentos a surgirem na minha cabeça, deve ser mesmo de nos estarmos a aproximar do final do ano. Há qualquer coisa no aproximar do 31 de Dezembro que nos faz entrar numa roda de resoluções que depois, quase sempre, acabam por cair em saco roto e apenas nos voltamos a lembrar delas passados quase 365 dias...
Estão a ver aquela inscrição no ginásio?  Ou aquela dieta maravilha que iam fazer e que, para isso, encheram a vossa despensa de produtos da Área Viva do Continente? (Não,  isto não é um post patrocinado...) E todas aquelas saídas e telefonemas que tinha imaginado há um ano fazer com os vossos amigos e que nunca acont…

Educação por cá... e lá fora!

Encontrar a escola do nosso coração não é tarefa fácil. E muitas vezes, essa tarefa acaba por não se conseguir concretizar logo à primeira tentativa. Eu, tal como qualquer mãe, também tive o meu processo de escolha da escola do meu filhote, como escrevi neste post com algumas dicas que tive em conta na minha escolha. Felizmente, durante o processo, consegui encontrar a escola que eu e o meu marido chamamos "a escola do nosso coração" e que corresponde aquilo que sempre desejámos para o local onde deixamos o nosso filhote todos os dias quando vamos trabalhar.
Mas esta é parte fácil quando temos de escolher uma escola por cá, no país que nos viu nascer. Quando mudamos de país, imagino que a tarefa de escolher uma escola seja ainda um pouco mais complicada por diversos aspectos: podemos não estar à vontade com o país (ao nível da língua ou da cultura, por exemplo), o esquema de funcionamento das escolas pode ser diferente daquilo a que estávamos habituados por cá... Ou a nossa…

Porque o Natal da Happy Mom descomplicada é assim!

Natal que é Natal pede miminhos, tantos para os pais como para as crianças. E por isso, só podia preparar algo para tornar o vosso Natal ainda mais especial! E como? Eu, juntamente com algumas marcas dedicadas às mães e aos mais pequenos, decidimos preparar um cabaz de Natal cheio de coisas boas para vos oferecer e aquecer o vosso coração nesta quadra. 
O passatempo irá decorrer na página do Facebook da Happy Mom descomplicada, onde podem deixar a vossa participação e onde encontram toda a explicação de como podem participar. As marcas parceiras que oferecem produtos para este giveaway são as seguintes:
- A marca de acessórios Akuti Art Craft oferece um colar para as mães.

- A marca portuguesa de sapatos 7Hills oferece um gift card para utilizar na compra de um produto da marca.

- A marca de acessórios SuTe oferece um colar para as mães.

- A marca portuguesa de cosmética natural BioVó oferece produtos que podem ser usados tanto pelas mães como pelos mais pequenos, concretamente um ól…