Avançar para o conteúdo principal

Ambiente preparado e Ikea...Porque não?

Na semana passada publiquei um breve post em que dava algumas sugestões para os quartos dos mais pequenos a partir de peças do Ikea e da Vertbaudet. Numa manhã a caminho do trabalho, fui presenteada com o novo catálogo dessa catedral de decoração que é o Ikea e lancei uma pergunta na página do Facebook que foi muito bem recebida. E que pergunta era essa? Gostariam de ver um post em que juntasse Montessori e o novo catálogo que recebi?  Dada a curiosidade com esta minha ideia, aqui estou eu a colocá-la em prática...

Mas primeiro vamos ver o que é o ambiente preparado pois afinal de contas é esse o título deste post, não é verdade? Para quem conhece a pedagogia Montessori,  o ambiente preparado surge como uma parte fundamental desta pedagogia: o ambiente deverá estar adequado à criança,  seja pela sua idade ou tamanho, e as seus interesses, ao mesmo tempo que promove a sua autonomia, permitindo que se desenvolva ao seu ritmo e sem pressões ou interferência dos adultos.

Apesar de não se desejar que o adulto seja activo em todo no processo, ou seja, o adulto não deve fazer as actividades pela criança,  espera-se que ele proporcione o ambiente de que a criança necessita e que seja o seu guia, funcionando como adulto preparado. E é fundamental que este adulto, quando se pensa em aplicar Montessori em casa, tenha em atenção a forma como pode organizar a sua casa de acordo com esta pedagogia.

Nem sempre é fácil e podemos achar que se necessita de um orçamento gigante para o fazer... Achando eu que se pode fazer muito com pouco (e de tantas vezes ver mães questionarem onde encontrar a famosa cama em forma de casinha que custa algumas centenas de euros...), surgiu-me a ideia de escrever este post utilizando o catálogo do Ikea, onde se conseguem ideias originais sem arrasar com o orçamento familiar para o ano inteiro!

Não irei escrever apenas um post mas sim vários,  para que possa ilustrá-los da melhor forma e não fique um post que nos permita dar várias voltas ao mundo com a sua extensão.  Irei dividir por áreas da casa: sala, quarto, casa-de-banho e cozinha. Faço esta divisão apenas porque me faz sentido em minha casa. Irei também acrescentar o escritório porque aqui em casa temos essa divisão mas depois poderão adaptar à vossa realidade, sem pressões, pensando apenas nos mais pequenos. Espero que gostem de ler estes posts tanto como eu gostei de os escrever!  Obrigada pelo vosso incentivo nesta minha aprendizagem em Montessori! 


SALA

Algures no catálogo novo do Ikea pode ler-se que "Uma sala pensada para as crianças que os adultos também adoram. O segredo de uma sala amiga das crianças é juntar móveis criados a pensar nelas, como uma mesa resistente e sem arestas e módulos de arrumação, que guardam os brinquedos debaixo da TV". Bem sabemos que quando se decora a nossa casa, principalmente se for a primeira, gostamos de ver tudo a combinar e que nem sempre nos passa pela cabeça ter uma área para as crianças na sala. Até porque temos sempre aquela ideia de que não vai ficar bem... Olho para a minha realidade: a maior parte do tempo passamos em família na sala. Enquanto pais, não nos fazia nenhum sentido que o primeiro cantinho dos brinquedos do nosso filho fosse apenas no seu quarto, sem qualquer espaço para ele. Pois bem, aqui em casa temos um cantinho só para ele feito com um módulo de arrumação TROFAST deste tipo a que o nosso filhote acede livremente, quando quer e aos brinquedos e livros que deseja no momento. Para nós funciona bem desta forma porque, primeiro, o nosso filho tem apenas 15 meses e não faz sentido estar sozinho no seu quarto a brincar e porque queremos que estes momentos possam ser vividos em conjunto. No entanto, podemos adaptar outras sugestões da Ikea para ter livros, brinquedos e outros materiais disponíveis para que se tenha o ambiente preparado para a criança e para tempo de qualidade em família. Aqui ficam algumas das minhas escolhas.



Entre estas peças, estão algumas que são da colecção do Ikea para crianças, enquanto outras são peças que podem ser usadas para qualquer fim e em qualquer divisão da casa sem ter de ser necessariamente num cantinho para crianças. Por exemplo, se juntarem dois ou três bancos de arrumação STUVA e colocarem em cima uma placa de madeira de pinho conseguem ter uma mesa de TV original mas em que a criança acede livremente aos seus brinquedos guardados no interior. Seguindo o princípio Montessori de disponibilidade dos objectos da criança, tanto a estante Kallax como a consola Hemnes satisfazem esse propósito: nas suas prateleiras podemos disponibilizar à criança brinquedos, livros e outros materiais que ela poderá aceder em qualquer momento consoante a sua vontade. São duas opções de adulto, se quisermos chamar, que ficam bem em qualquer sala mas que permitem ter os objectos dos mais pequenos por perto e conseguir bons momentos em família sem sair de um dos espaços principais da casa. Também as estantes FLISAT ou BEKVAM, conjungadas com uns almofadões no chão ou com a poltrona POANG (consoante a idade da criança), permitem criar um cantinho de leitura simples mas que fará, garantidamente, as delícias dos mais pequenos. Depois, cestos e pequenas caixas de arrumação (para crianças mais velhas) permitirão guardar pequenos objectos que a criança poderá ordenar ela própria.

Estas são apenas algumas sugestões, o Ikea (ou qualquer outra loja de decoração) é um mundo só à espera de ser descoberto e em que podemos fazer mil e uma adaptações à nossa realidade enquanto família. E vocês? Têm espaços dos mais pequenos na sala? E como são eles?

Aguardo o vosso feedback! Em breve, o post com as escolhas para o quarto dos mais pequenos!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Ambiente preparado e Ikea... O quarto dos mais pequenos

Propositadamente, quando escrevi o primeiro post sobre ambiente preparado e Ikea que podem ler aqui, não comecei por escrever sobre o quarto dos mais pequenos. Nos vários grupos de mães que vou acompanhando no Facebook (que não específicos sobre Montessori), a primeira questão que a maioria coloca é onde encontrar a famosa cama casinha para se construir um quarto montessoriano. E é aqui que, talvez, começa por se ter a abordagem menos adequada a Montessori e a aplicarmos esta pedagogia em nossas casas. Primeiro, convém desmistificar que uma cama em forma de casa, ainda que esteja à altura do chão e permita à criança entrar e sair livremente, não é fielmente Montessori. Trata-se de um modelo de cama de inspiração nórdica e que, por acaso, também tem o colchão perto do chão. Está na moda e muitas marcas vendem-se como sendo Montessori mas convém ter presente que este método se caracteriza, acima de tudo, por uma enorme simplicidade na forma como se prepara ao ambiente para a criança. N…

A começar a incentivar a pintura... das paredes cá de casa!

Durante o fim-de-semana partilhei na página do Facebook do blog, uma foto com as mais recentes aquisições cá de casa destinadas a criar um cantinho de artes para o baby boy. Sim, apesar de estar a comprar estas coisas muito animada ao mesmo tempo já estou a imaginar toda uma decoração nova nas paredes cá de casa. Já estou a imaginar uns dedinhos pintadinhos de verde ou de laranja a deixarem a sua marca nas paredes e no chão, qual Picasso em formação! Aqui ficam algumas das comprinhas...

Adiante que coração de mãe sofre sempre por antecipação e imagina sempre os piores cenários...
Em conversa com a educadora do meu filhote, descobri a marca Giotto, uma marca existente desde 1920, destinada a fazer as maravilhas dos mais pequenos e dos graúdos na altura de desenhar, pintar e colorir o dia com as cores do arco-íris. Os produtos desta marca são os mais variados possível, indo desde aguarelas, lápis de cera e de cor, a maquilhagem, a plasticinas e guaches laváveis. Para além do mais, tem u…