Avançar para o conteúdo principal

Casar: recordar um dia tão especial!

Casamento. Aquele momento especial na vida de qualquer casal e que se deseja que seja único para toda a vida. O casamento pode ser mais ou menos tradicional mas é um momento que marca e que queremos que seja inesquecível para nós e para os nossos convidados. Desde o momento em que acontece o pedido, a cabeça (normalmente, da noiva) começa a fervilhar com mil e uma ideias para colocar em prática e a ansiedade e o stress vão aumentando exponencialmente com o aproximar da data. 

Mas perguntam vocês? Porque estou eu a falar de casamentos num blog que é muito mais baby blog que outra coisa? Para quem não sabe, o meu casamento aconteceu no dia em que o meu filho fez um ano. Com o segundo aniversário do baby boy e o primeiro aniversário de casamento quase aí, estou em modo lamechas a recordar tudo o que foi preparar este dia, que foi tudo menos convencional. Querem saber como tudo aconteceu?


Conforme já vos disse, o meu casamento não foi de todo tradicional. Não foi um casamento com cerimónia religiosa, tendo nós optado pelo civil. Até aqui nada de extraordinário... Não houvesse o pequeno detalhe de tudo ter sido tratado em segredo! Tudo foi preparado apenas por mim e pelo meu marido. Como se não bastasse o dia importante que era, tratar de tudo sozinhos e em segredo aumento um pouquinho mais a ansiedade associada a este dia mas não poderia ter corrido melhor. 

Para as noivas que têm dificuldade em conseguir encontrar o seu vestido de sonho, e em particular para as que se vão casar numa cerimónia civil, nunca vos ocorreu não casarem de branco e com o vestido tradicional de noiva? Pois bem... Foi essa a minha opção. Muito sinceramente, acho que não me via vestida de noiva... Depois, queria de alguma forma envolver a minha mãe nos preparativos sem que ela sonhasse o que estava a acontecer por isso estava fora de questão convidá-la para uma ida a uma loja de vestidos de noiva... Como a minha opção passava por um vestido mais bem disposto, de comprimento pelo joelho, acabou por ser fácil levar a minha mãe às compras e conseguir que ela me oferecesse o vestido de um dia tão especial sem levantar suspeitas!



Este foi o meu vestido comprado na Lanidor. Mais fora do comum para um casamento impossível mas acho que não poderia ser de outra forma. Outro detalhe que já viram numa foto anterior é que também optei por usar ténis em vez de sapatos de salto alto. Quem me conhece melhor, sabe que sou uma apaixonada por ténis, a colecção cá por casa é de alguns pares e, por isso, apenas me poderia sentir bem se estivesse de ténis. Claro que optei por uns ténis Guess com um detalhe de brilho para serem mais especiais mas assim completei a escolha do que vesti de forma pouco tradicional.


Os detalhes dos acessórios foram também muito simples: o perfume preferido - O Black Opium da Yves Saint Laurent, um acessório para o cabelo e um colar oferecido pelo marido com um duplo coração que simboliza o nosso amor e o amor pelo nosso filho.


Todos estes detalhes foram finalizados com o meu bouquet. Uma dica que me deram quando estava a preparar tudo para este dia é que se quando se não referirmos que se trata de algo para um casamento, conseguem-se preços bastante mais em conta. Utilizei esse truque com o bouquet e posso dizer-vos que poupei bastante! Escolhi flores que combinassem com os tons do vestido mas que, ao mesmo tempo, tivessem um toque campestre mais bem disposto.


Para que o dia ficasse completo, tivemos a magia da 4Memories a eternizar todos os momentos deste dia e contámos ainda com a ajuda da Casinha do Chá para o catering da festa do nosso casamento e do primeiro aniversário do meu filhote.

Agora que passa quase um ano sobre este dia, chego à conclusão de que não poderia mesmo ter acontecido de outra forma. Tanto eu e o meu marido gostamos de fazer as coisas de forma diferente e o nosso casamento não poderia ser excepção. Deu trabalho preparar tudo sozinhos, é verdade, mas nada conseguirá apagar da nossa memória a alegria que vimos na cara da nossa família e amigos quando se aperceberam do que estava a acontecer. As lágrimas de alegria são aquelas que merecem cair pelos nossos rostos abaixo. E saber que pude preparar algo para as pessoas de quem gosto que as tenha feito chorar de alegria não me podia deixar mais feliz e marcar tanto este dia tão importante da minha vida!

E pronto, agora regressamos à programação habitual por aqui...

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Ambiente preparado e Ikea... O quarto dos mais pequenos

Propositadamente, quando escrevi o primeiro post sobre ambiente preparado e Ikea que podem ler aqui, não comecei por escrever sobre o quarto dos mais pequenos. Nos vários grupos de mães que vou acompanhando no Facebook (que não específicos sobre Montessori), a primeira questão que a maioria coloca é onde encontrar a famosa cama casinha para se construir um quarto montessoriano. E é aqui que, talvez, começa por se ter a abordagem menos adequada a Montessori e a aplicarmos esta pedagogia em nossas casas. Primeiro, convém desmistificar que uma cama em forma de casa, ainda que esteja à altura do chão e permita à criança entrar e sair livremente, não é fielmente Montessori. Trata-se de um modelo de cama de inspiração nórdica e que, por acaso, também tem o colchão perto do chão. Está na moda e muitas marcas vendem-se como sendo Montessori mas convém ter presente que este método se caracteriza, acima de tudo, por uma enorme simplicidade na forma como se prepara ao ambiente para a criança. N…

A começar a incentivar a pintura... das paredes cá de casa!

Durante o fim-de-semana partilhei na página do Facebook do blog, uma foto com as mais recentes aquisições cá de casa destinadas a criar um cantinho de artes para o baby boy. Sim, apesar de estar a comprar estas coisas muito animada ao mesmo tempo já estou a imaginar toda uma decoração nova nas paredes cá de casa. Já estou a imaginar uns dedinhos pintadinhos de verde ou de laranja a deixarem a sua marca nas paredes e no chão, qual Picasso em formação! Aqui ficam algumas das comprinhas...

Adiante que coração de mãe sofre sempre por antecipação e imagina sempre os piores cenários...
Em conversa com a educadora do meu filhote, descobri a marca Giotto, uma marca existente desde 1920, destinada a fazer as maravilhas dos mais pequenos e dos graúdos na altura de desenhar, pintar e colorir o dia com as cores do arco-íris. Os produtos desta marca são os mais variados possível, indo desde aguarelas, lápis de cera e de cor, a maquilhagem, a plasticinas e guaches laváveis. Para além do mais, tem u…

Ambiente preparado e Ikea...Porque não?

Na semana passada publiquei um breve post em que dava algumas sugestões para os quartos dos mais pequenos a partir de peças do Ikea e da Vertbaudet. Numa manhã a caminho do trabalho, fui presenteada com o novo catálogo dessa catedral de decoração que é o Ikea e lancei uma pergunta na página do Facebook que foi muito bem recebida. E que pergunta era essa? Gostariam de ver um post em que juntasse Montessori e o novo catálogo que recebi?  Dada a curiosidade com esta minha ideia, aqui estou eu a colocá-la em prática...
Mas primeiro vamos ver o que é o ambiente preparado pois afinal de contas é esse o título deste post, não é verdade? Para quem conhece a pedagogia Montessori,  o ambiente preparado surge como uma parte fundamental desta pedagogia: o ambiente deverá estar adequado à criança,  seja pela sua idade ou tamanho, e as seus interesses, ao mesmo tempo que promove a sua autonomia, permitindo que se desenvolva ao seu ritmo e sem pressões ou interferência dos adultos.
Apesar de não s…