Avançar para o conteúdo principal

Será que um livro tem a capacidade de nos mudar?

Sim... Eu acho que sim!

Nas diferentes fases da nossa vida, existem pequenos momentos, locais ou pessoas que têm a capacidade de deixar a sua marca e mudar-nos de forma mais ou menos expressiva. Faz parte do nosso crescimento, da nossa evolução enquanto pessoas. Umas vezes, quase nem nos damos conta dessas mudanças. Outras vezes, ela surge como uma verdadeira tempestade que nos mexe com os alicerces e nos mostra que o caminho a seguir a partir daí é outro completamente diferente.

Ter descoberto o homem da minha vida mudou-me para sempre e para muito melhor! Ter sido mãe claro que mudou a minha forma de ver o mundo! Estas devem ter sido as duas maiores mudanças que tive nos últimos anos. Mas depois surgem as pequenas mudanças do dia-a-dia, aquelas que nos fazem um pequeno clique, mas que nos mostram que há um caminho diferente a seguir.

Recentemente, terminei a leitura do livro "Educar com o Coração" da Cristina Tébar do blog Montessori en Casa e editado pela Verso de Kapa. Não vou negar que o que me levou a comprar o livro inicialmente foi o interesse sobre Montessori. Mas acreditem que ler este livro foi muito mais do que ler sobre esta pedagogia. Foi mais colocar tudo em perspectiva e tentar compreender aquilo que faz ou não sentido. A Cristina, quando fala sobre o adulto preparado no seu livro, refere que este adulto deve passar por uma mudança mental e deve manter um determinado estado físico. Pode tudo isto parecer demasiado esotérico mas não será mesmo assim em todos os campos da nossa vida? Necessitamos de descobrir o nosso caminho e de efectivamente querer mudar para conseguirmos fazer o melhor por nós e pelos que nos rodeiam. Por outro lado, e como tantos profissionais de saúde nos dizem tantas vezes. Para que consigamos estar bem para os outros, necessitamos de cuidar de nós e de nos sentirmos bem na nossa pele. Temos de ver em perspectiva e aprender que existem coisas contra as quais não podemos mesmo fazer nada e, por isso, nem sequer vale a pena perdermos energia com isso. E este livro sobre Montessori também ensina isto ao adulto!

Para quem quiser um livro que nos mostre a parentalidade vista de uma outra forma, consciente e positiva, a verdadeira #maternidadeapassodecaracol, tem aqui uma óptima sugestão de leitura. Mais do que ser apenas sobre Montessori, este livro leva-nos a reflectir sobre pequenos momentos do dia-a-dia como dar ou não recompensas, elogios ou castigos. Ajuda-nos a pensar na forma como organizamos a casa e se estaremos à fazer as melhores opções que permitam desenvolver a autonomia dos nossos filhos. Para quem achar que estas pedagogias de nomes esquisitos como Montessori, Reggio Emilia, High Scope e por aí fora são meras modernices e esquisitices de um conjunto de pais, tente olhar para este livro abstraindo que tem a palavra Montessori na capa. Sugiro que leia este livro com o coração, como a Cristina própria nos diz. Se lermos com o nosso coração, este livro será devorado em menos de nada. As páginas passarão rapidamente. Acima de tudo, é um livro que nos faz reflectir sobre as pequenas coisas do dia-a-dia e isso é muito importante como pais.

Depois, para quem estiver agora a descobrir o mundo de Montessori, este é um excelente livro para ler uma e outra vez. Assinalar as passagens que mais nos fazem sentido e perceber como pode Montessori existir na nossa vida familiar. Este livro mostra que seguir Montessori é mais uma forma de estar do que uma necessidade extrema de investir dinheiro em materiais Montessori, que até podem vir a ter o efeito contrário ao que desejamos.

Leiam este livro, gostem ou não de Montessori. Leiam com o coração e com os olhos postos nos vossos filhos. Vão ver que vai valer a pena!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A começar a incentivar a pintura... das paredes cá de casa!

Durante o fim-de-semana partilhei na página do Facebook do blog, uma foto com as mais recentes aquisições cá de casa destinadas a criar um cantinho de artes para o baby boy. Sim, apesar de estar a comprar estas coisas muito animada ao mesmo tempo já estou a imaginar toda uma decoração nova nas paredes cá de casa. Já estou a imaginar uns dedinhos pintadinhos de verde ou de laranja a deixarem a sua marca nas paredes e no chão, qual Picasso em formação! Aqui ficam algumas das comprinhas...

Adiante que coração de mãe sofre sempre por antecipação e imagina sempre os piores cenários...
Em conversa com a educadora do meu filhote, descobri a marca Giotto, uma marca existente desde 1920, destinada a fazer as maravilhas dos mais pequenos e dos graúdos na altura de desenhar, pintar e colorir o dia com as cores do arco-íris. Os produtos desta marca são os mais variados possível, indo desde aguarelas, lápis de cera e de cor, a maquilhagem, a plasticinas e guaches laváveis. Para além do mais, tem u…

Dicas e sugestões... Tornar o Dia do Pai mais especial!

É impressionante como ainda ontem estávamos a comemorar a entrada no novo ano e já andamos por aqui a pensar nas sugestões mais engraçadas para o Dia do Pai. O ano avança bem rapidamente e já é tempo de pensarmos no miminho que os nossos filhos vão dar ao homem que escolhemos para pai deles. Enquanto os nossos filhotes ainda não conseguem ter voto na matéria e sugerir aquilo que querem oferecer ao pai, cabe-nos a nós, verdadeiras mães malabaristas do século XXI, abraçar mais esta tarefa e descobrir aquela lembrança que vai tornar o Dia do Pai mais especial.
Sou apologista que não devemos comprar nada apenas porque sim. Existem homens que não ligam muito a ofertas e a prendas, outros que são esquisitos e que parecem não gostar de nada, outros ainda que se fecham em copas quanto ao que gostam ou ao que precisam e existem ainda aqueles que não gostam destas "mariquices" (como eles próprios lhes chamam) das lembranças do Dia do Pai que acabam por ficar fechadas numa qualquer ga…

My Little Love: A vossa festa com amor!

O mês de Maio é um mês muito doce no que toca a comemorações aqui em casa. O próximo mês de Maio assinala o primeiro aniversário do meu casamento e o segundo aniversário do meu filhote. Apesar de ainda faltarem dois meses para o dia da festa, por aqui os preparativos já começaram. A checklist da festa de aniversário já está impressa. Já se começou a pensar nas possíveis lembranças para os amiguinhos e já andámos a espreitar as lojinhas de artigos de decoração para ver as novidades. 
Mas festa que é festa, daquelas para ser memorável, pede a ajuda de quem conhece o mundo das festas e da organização de eventos melhor do que ninguém. E é assim que vos venho falar da My Little Love. Se procurarem por organização de festas de aniversário, a oferta é imensa por essa Internet fora. Ao escolherem quem estará a colorir a vossa casa para um dia especial deixo-vos a dica de procurarem alguém com quem tenham criado empatia facilmente. A My Little Love tem como lema "divirtam-se que nós trat…