Avançar para o conteúdo principal

É uma amizade construída desde o início

Os primeiros 12 meses da criança, como já toda a gente nos disse, podem ser dos mais determinantes a todos os níveis. Alimentação, comportamento, rotinas (as possíveis)... Enfim, uma imensidão de aspectos que garantidamente irão estar na origem como o nosso bebé se relaciona com o mundo e as pessoas à volta dele.
Quando fui à consulta dos seis meses com o meu filho, achei muito curiosa uma recomendação que o pediatra fez: "coloquem livros à disposição dele. Permitam-lhe tocar nas páginas. Ver cores e texturas". Eu, uma apaixonada confessa por livros, fiquei assim meio sem saber o que dizer... Mas depois descobri que existem livros para os mais pequeninos a partir dos seis meses. São pincelados de cor e de texturas diferentes para despertar o interesse dos mais pequeninos, sendo as opções muito variadas. Por aqui, optamos por objectos do dia a dia, desde a hora de dormir a objectos relacionados com a alimentação, o vestir ou o brincar. Começamos por ter o bebé sentado no colo, em família, e a mostrar-lhe os livros e permitir-lhe a exploração ao seu ritmo.
Agora, aos 15 meses, já é ele que vai buscar os livros à prateleira, conforme o que lhe apetece. É cultivar uma amizade desde cedo e que trará os maiores benefícios no futuro.
Para quem conhece um pouco da pedagogia Montessori e da forma como podemos preparar o ambiente para a criança, um dos aspectos que se refere é proporcionar a criação de um cantinho de leitura, numa qualquer divisão da casa, em que se garanta que a criança pode chegar livremente aos livros e escolher os que prefere em cada momento. Não deve ser um canto cheio de livros mas devemos sim ir trocando de tempos a tempos para que existam sempre novos livros para serem explorados pela criança.
Numa pesquisa no Pinterest encontrei este cantinho de leitura que acho muito mimoso. E do mais simples de ser feito. Aquelas prateleiras na parede são do Ikea. O céu será o limite na criação de um cantinho de leitura. Por aqui, ainda não temos o cantinho construído mas para lá caminhamos na criação no ambiente preparado que pretendemos que seja a nossa casa.
E por aí? Como são os vossos bebés e os livros?

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Dicas e sugestões... Tornar o Dia do Pai mais especial!

É impressionante como ainda ontem estávamos a comemorar a entrada no novo ano e já andamos por aqui a pensar nas sugestões mais engraçadas para o Dia do Pai. O ano avança bem rapidamente e já é tempo de pensarmos no miminho que os nossos filhos vão dar ao homem que escolhemos para pai deles. Enquanto os nossos filhotes ainda não conseguem ter voto na matéria e sugerir aquilo que querem oferecer ao pai, cabe-nos a nós, verdadeiras mães malabaristas do século XXI, abraçar mais esta tarefa e descobrir aquela lembrança que vai tornar o Dia do Pai mais especial.
Sou apologista que não devemos comprar nada apenas porque sim. Existem homens que não ligam muito a ofertas e a prendas, outros que são esquisitos e que parecem não gostar de nada, outros ainda que se fecham em copas quanto ao que gostam ou ao que precisam e existem ainda aqueles que não gostam destas "mariquices" (como eles próprios lhes chamam) das lembranças do Dia do Pai que acabam por ficar fechadas numa qualquer ga…

My Little Love: A vossa festa com amor!

O mês de Maio é um mês muito doce no que toca a comemorações aqui em casa. O próximo mês de Maio assinala o primeiro aniversário do meu casamento e o segundo aniversário do meu filhote. Apesar de ainda faltarem dois meses para o dia da festa, por aqui os preparativos já começaram. A checklist da festa de aniversário já está impressa. Já se começou a pensar nas possíveis lembranças para os amiguinhos e já andámos a espreitar as lojinhas de artigos de decoração para ver as novidades. 
Mas festa que é festa, daquelas para ser memorável, pede a ajuda de quem conhece o mundo das festas e da organização de eventos melhor do que ninguém. E é assim que vos venho falar da My Little Love. Se procurarem por organização de festas de aniversário, a oferta é imensa por essa Internet fora. Ao escolherem quem estará a colorir a vossa casa para um dia especial deixo-vos a dica de procurarem alguém com quem tenham criado empatia facilmente. A My Little Love tem como lema "divirtam-se que nós trat…

Natal guloso do baby boy

Todos nós sabemos que, nesta quadra, abundam os doces e os docinhos nas mais diversas formas e com crianças pequenas devemos ter alguns cuidados especiais quanto à alimentação. No livro "Deixe-os comer terra", de Brett Finlay e Marie-Claire Arrieta (de que já vos falei neste post sobre vacinas e neste post sobre o desmistificar do contacto das crianças com os micróbios no dia-a-dia), os autores recomendam que se mantenha o açúcar dado às crianças numa quantidade mínima pois "um bebé guloso vai, provavelmente, tornar-se uma criança gulosa", para além de que "quanto menos açúcares refinados o bebé ingerir, melhor, tanto para ele como para os biliões de micróbios que se deleitam com tudo o que termina na barriguinha dele". 
Desde que introduzi a alimentação complementar ao meu pequeno pirata, agora com 19 meses, que a preocupação com alimentos açucarados ou demasiado processados tem sido constante. Sinal disso, foram os livros que vieram viver cá para casa:…