Avançar para o conteúdo principal

David e a caixa de sapatos: Um livro para os mais pequenos!

Sou uma apaixonada por livros. Desde sempre, que me lembro de ter livros e de pedir livros aos meus pais. Um dos passeios obrigatórios sempre foi a ida à Feira do Livro de Lisboa, de onde nunca vinha de mãos vazias, o que ainda se mantém nos dias de hoje! Não direi que venho da Feira do Livro com um trolley carregado de novas aquisições, como faz o nosso Presidente da República, mas compro sempre mais um ou outro título novo.

Em vésperas do primeiro aniversário do meu filhote, eu e o pai decidimos que, em cada aniversário, lhe iríamos sempre oferecer um livro e que iríamos fomentar o gosto pela leitura desde cedo. Aliás, foi mesmo uma recomendação do pediatra do meu filho na consulta dos seis meses: disse-nos para procurarmos livros apropriados para bebés e promovermos o contacto com livros desde cedo. Confesso que, ao início, achei muito curiosa esta recomendação do pediatra mas, o que é certo, hoje o meu filho adora livros e passa horas entretido a explorar as páginas. Temos livros disponíveis para ele na sua estante, permitindo-lhe que escolha os que quer em cada momento.

Se vocês forem apaixonados por livros como eu, gostam de saber o que de novo se produz e é impossível não ir partilhando novos projectos que se descobrem. Um desses projectos que descobri recentemente foi o David e a Caixa de Sapatos, saído da imaginação da Ana Teresa Lontro e publicado pela Chiado Editora Kids. É um livro para crianças entre os sete e os dez anos e conta a história do David que, ao abrir uma caixa de sapatos, descobriu um mundo novo. Curiosa como fiquei, decidi desafiar a Ana Teresa para responder a algumas perguntas sobre o seu David. E aqui fica o resultado!


ENTREVISTA A ANA TERESA LONTRO, AUTORA DO LIVRO "DAVID E A CAIXA DE SAPATOS"

1. Antes de falarmos um pouco sobre o "David e a caixa de sapatos", quem a Ana Teresa Lontro?
Sou uma miúda de 21 anos, com uma grande paixão pela leitura e pela escrita, e que decidiu que através dos livros seria a melhor maneira de exprimir aquilo que pensa sobre a sociedade e realizar o seu sonho de "mudar o mundo".

2. Como surgiu o teu interesse pela escrita? Foi algo que sentes que nasceu contigo ou foste ganhando esta paixão a pouco e pouco?
Lembro-me que desde pequena gosto muito de escrever, fazia pequenos livros com folhas brancas, e depois inventava histórias e contava às minhas bonecas e ao meu avô. Desde cedo os textos que escrevia na escola eram escolhidos para o jornal ou pelos meus professores para concursos de escrita.

3. Fala-nos um pouco do David... Quem é o David e como é a sua caixa de sapatos?
O David é um rapaz muito curioso, brincalhão e que um dia descobre uma caixa de sapatos mágica que o transporta numa grande viagem. Montei o David um pouco à minha imagem, tendo em conta que em criança era isso mesmo que fazia, imaginava que haviam portais e fazia de conta que viajava para outros mundos!

4. Foi difícil a aventura de escrever um livro para os mais pequenos? É o teu primeiro livro para mãos pequeninas?
A parte mais complicada para mim foi tentar simplificar a linguagem e a história, mais olhei para isso como um desafio e penso que foi bem conseguido. Para quem está habituado a escrever para os graúdos lerem, com palavras mais caras e expressões mais complexas não é fácil voltar atrás. Este é o meu primeiro livro de todos, apesar de ter outras coisas escritas decidi aventurar-me no mundo dos mais pequenos porque é para mim o mundo mais bonito e cativante.

5. E as ilustrações? És tu que fazes também ou tens alguém que ilustra este projecto?
As ilustrações foram feitas pela minha querida Selma Pimentel! Uma artista única, com um talento do tamanho do mundo. A escolha foi muito simples, tendo em conta que já era fã do trabalho dela há imenso tempo, e assim que terminei de escrever pensei logo que o trabalho dela se fundia perfeitamente naquilo que eu queria. Sem ela, este projecto não teria metade da beleza.

6. E para as mães com interesse em adquirir o teu livro, onde é possível encontrar o David e a caixa de sapatos?
O livro está à venda em livrarias físicas, como a Bertrand ou a Fnac, mas também disponível em todos as plataformas online como a WOOK, a Fnac, no próprio site da Chiado Editora Kids. Para algo mais personalizado e com uma dedicatória e assinatura basta mandarem uma mensagem privada para a minha página e farei o envio do livro para qualquer sítio.

Obrigada, Ana Teresa, por teres aceite em partilhar um pouco de ti e do teu livro connosco. De certeza, que a curiosidade por saber mais sobre o David e a caixa de sapatos deve ter despertado por aí!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Ambiente preparado e Ikea... O quarto dos mais pequenos

Propositadamente, quando escrevi o primeiro post sobre ambiente preparado e Ikea que podem ler aqui, não comecei por escrever sobre o quarto dos mais pequenos. Nos vários grupos de mães que vou acompanhando no Facebook (que não específicos sobre Montessori), a primeira questão que a maioria coloca é onde encontrar a famosa cama casinha para se construir um quarto montessoriano. E é aqui que, talvez, começa por se ter a abordagem menos adequada a Montessori e a aplicarmos esta pedagogia em nossas casas. Primeiro, convém desmistificar que uma cama em forma de casa, ainda que esteja à altura do chão e permita à criança entrar e sair livremente, não é fielmente Montessori. Trata-se de um modelo de cama de inspiração nórdica e que, por acaso, também tem o colchão perto do chão. Está na moda e muitas marcas vendem-se como sendo Montessori mas convém ter presente que este método se caracteriza, acima de tudo, por uma enorme simplicidade na forma como se prepara ao ambiente para a criança. N…

A começar a incentivar a pintura... das paredes cá de casa!

Durante o fim-de-semana partilhei na página do Facebook do blog, uma foto com as mais recentes aquisições cá de casa destinadas a criar um cantinho de artes para o baby boy. Sim, apesar de estar a comprar estas coisas muito animada ao mesmo tempo já estou a imaginar toda uma decoração nova nas paredes cá de casa. Já estou a imaginar uns dedinhos pintadinhos de verde ou de laranja a deixarem a sua marca nas paredes e no chão, qual Picasso em formação! Aqui ficam algumas das comprinhas...

Adiante que coração de mãe sofre sempre por antecipação e imagina sempre os piores cenários...
Em conversa com a educadora do meu filhote, descobri a marca Giotto, uma marca existente desde 1920, destinada a fazer as maravilhas dos mais pequenos e dos graúdos na altura de desenhar, pintar e colorir o dia com as cores do arco-íris. Os produtos desta marca são os mais variados possível, indo desde aguarelas, lápis de cera e de cor, a maquilhagem, a plasticinas e guaches laváveis. Para além do mais, tem u…

Ambiente preparado e Ikea...Porque não?

Na semana passada publiquei um breve post em que dava algumas sugestões para os quartos dos mais pequenos a partir de peças do Ikea e da Vertbaudet. Numa manhã a caminho do trabalho, fui presenteada com o novo catálogo dessa catedral de decoração que é o Ikea e lancei uma pergunta na página do Facebook que foi muito bem recebida. E que pergunta era essa? Gostariam de ver um post em que juntasse Montessori e o novo catálogo que recebi?  Dada a curiosidade com esta minha ideia, aqui estou eu a colocá-la em prática...
Mas primeiro vamos ver o que é o ambiente preparado pois afinal de contas é esse o título deste post, não é verdade? Para quem conhece a pedagogia Montessori,  o ambiente preparado surge como uma parte fundamental desta pedagogia: o ambiente deverá estar adequado à criança,  seja pela sua idade ou tamanho, e as seus interesses, ao mesmo tempo que promove a sua autonomia, permitindo que se desenvolva ao seu ritmo e sem pressões ou interferência dos adultos.
Apesar de não s…