Avançar para o conteúdo principal

O que é isso do amor?


Ilustração personalizada do meu amor pela Rita Duque - Asas de peixe

Celebrar o amor. Hoje. Amanhã e sempre! Vá... Digam-me que deixei passar o dia dos namorados e não escrevi nada sobre o assunto no dia em que o mundo inteiro divagou sobre esta palavra de quatro letras que tanta tinta faz escorrer no dia 14 de Fevereiro e todos os dias. Não, não estou enganada no dia do calendário. Apenas quis dedicar o dia de ontem a isso mesmo: ao amor e às pessoas que me enchem o coração todos os dias desde que acordo até que me deito. 

O que é isso do amor? Podemos olhar para ele dos mais diversos prismas e acabamos sempre por ficar com dúvidas sobre o que ele é realmente. Partilhei hoje, na página do Facebook, um texto interessante sobre a Química do Amor publica por Saúde para todos. Num subtítulo sugestivo, pode ler-se que "dopamina, norepinefrina, serotonina... Somos uma fábrica de drogas naturais quando nos apaixonamos". Do ponto de vista científico, o amor é isto: o cocktail mais refinado de moléculas orgânicas que são responsáveis pelo nosso coração que bate acelerado, pelas borboletas na nossa barriga e pela vontade constante de estarmos com a nossa cara metade. Tudo é química na nossa vida e o amor não é excepção...

Mas o que é mesmo o amor? Aquele responsável por escolhermos uma pessoa para ficar ao nosso lado para sempre? Para ser a pessoa que vai aturar as nossas manhãs mais difíceis e o nosso acordar mais mal disposto? O que será isto que nos faz percorrer os quilómetros que forem precisos para estarmos com a pessoa que nos faz corar e perder o jeito quando menos se espera? 

O meu amor é assim... Feito de partilha. De gratidão por ter tido a sorte de me ter cruzado com este homem que é o pai do meu filhote. Sou uma sortuda por ter ao lado alguém que, mesmo acordando com menos energia do que eu, consegue ter paciência para aturar a minha energia mesmo de madrugada! Sou uma sortuda por ter alguém que consegue lidar com a minha mania da organização e de, em determinados momentos, ter quase um espírito obsessivo-compulsivo de querer tudo de determinada forma... Sou uma sortuda por ter uma pessoa que me percebe apenas com um olhar e que acredita nos meus sonhos e naquilo que eu quero fazer, às vezes até mais do que eu. Sou uma felizarda de ter um homem ao lado que me conseguiu tornar mais descomplicada na aventura da maternidade e que me conseguiu fazer crescer e muito desde que fomos pais.  Sou uma felizarda por poder amar uma pessoa que me ama de igual forma... É tão bom ser assim correspondida e poder regressar, todos os dias, a este olhar que me apaixona desde o primeiro dia...

Sou feliz... E esta é a forma como vejo o amor... Ontem, hoje e todos os dias sem imposições de calendário!



Comentários

Mensagens populares deste blogue

Ambiente preparado e Ikea... O quarto dos mais pequenos

Propositadamente, quando escrevi o primeiro post sobre ambiente preparado e Ikea que podem ler aqui, não comecei por escrever sobre o quarto dos mais pequenos. Nos vários grupos de mães que vou acompanhando no Facebook (que não específicos sobre Montessori), a primeira questão que a maioria coloca é onde encontrar a famosa cama casinha para se construir um quarto montessoriano. E é aqui que, talvez, começa por se ter a abordagem menos adequada a Montessori e a aplicarmos esta pedagogia em nossas casas. Primeiro, convém desmistificar que uma cama em forma de casa, ainda que esteja à altura do chão e permita à criança entrar e sair livremente, não é fielmente Montessori. Trata-se de um modelo de cama de inspiração nórdica e que, por acaso, também tem o colchão perto do chão. Está na moda e muitas marcas vendem-se como sendo Montessori mas convém ter presente que este método se caracteriza, acima de tudo, por uma enorme simplicidade na forma como se prepara ao ambiente para a criança. N…

A começar a incentivar a pintura... das paredes cá de casa!

Durante o fim-de-semana partilhei na página do Facebook do blog, uma foto com as mais recentes aquisições cá de casa destinadas a criar um cantinho de artes para o baby boy. Sim, apesar de estar a comprar estas coisas muito animada ao mesmo tempo já estou a imaginar toda uma decoração nova nas paredes cá de casa. Já estou a imaginar uns dedinhos pintadinhos de verde ou de laranja a deixarem a sua marca nas paredes e no chão, qual Picasso em formação! Aqui ficam algumas das comprinhas...

Adiante que coração de mãe sofre sempre por antecipação e imagina sempre os piores cenários...
Em conversa com a educadora do meu filhote, descobri a marca Giotto, uma marca existente desde 1920, destinada a fazer as maravilhas dos mais pequenos e dos graúdos na altura de desenhar, pintar e colorir o dia com as cores do arco-íris. Os produtos desta marca são os mais variados possível, indo desde aguarelas, lápis de cera e de cor, a maquilhagem, a plasticinas e guaches laváveis. Para além do mais, tem u…

Ambiente preparado e Ikea...Porque não?

Na semana passada publiquei um breve post em que dava algumas sugestões para os quartos dos mais pequenos a partir de peças do Ikea e da Vertbaudet. Numa manhã a caminho do trabalho, fui presenteada com o novo catálogo dessa catedral de decoração que é o Ikea e lancei uma pergunta na página do Facebook que foi muito bem recebida. E que pergunta era essa? Gostariam de ver um post em que juntasse Montessori e o novo catálogo que recebi?  Dada a curiosidade com esta minha ideia, aqui estou eu a colocá-la em prática...
Mas primeiro vamos ver o que é o ambiente preparado pois afinal de contas é esse o título deste post, não é verdade? Para quem conhece a pedagogia Montessori,  o ambiente preparado surge como uma parte fundamental desta pedagogia: o ambiente deverá estar adequado à criança,  seja pela sua idade ou tamanho, e as seus interesses, ao mesmo tempo que promove a sua autonomia, permitindo que se desenvolva ao seu ritmo e sem pressões ou interferência dos adultos.
Apesar de não s…