Avançar para o conteúdo principal

Mala de passeio... Em versão descomplicada!

Quando somos mães, principalmente de primeira viagem, parece que tudo é muito complicado! Parece que temos sempre o sentimento de que está alguma coisa em falta, que vamos precisar de muitas mais coisas do que aquelas de que necessitamos efectivamente e que ainda não comprámos tudo aquilo que o nosso bebé vai precisar. Estão a reconhecer-se de alguma forma?

Deixem-me confessar-vos que nem sempre fui tão descomplicada nesta coisa da maternidade como sou hoje. Uma aprendizagem feita ao lado do meu marido ao longo destes já 21 meses de idade do meu filhote tem-me mostrado que é possível fazermos as mesmas coisas com menos. Este tempo tem-me mostrado que existe sim uma lista de essenciais - aquela que me faz sentido a mim enquanto mãe - e que tudo o que venha para além dessa lista é bem vindo mas, se falhar por algum motivo, não é o fim do mundo! Por aqui já escrevi sobre o que levar na mala da maternidade, uma das principais dúvidas que deve assaltar a maioria das mães no final da gravidez. Aqui depende sempre muito do local onde vão ter o bebé pois nem todas as maternidades pedem a mesma lista de coisas, por isso o melhor mesmo é verem o que pede a maternidade que escolheram e depois ajustem com aquilo que vos fizer sentido. 

Mas hoje não vos quero escrever sobre a mala da maternidade, mas sim sobre a mala que preparamos quando vamos passear com os nossos filhotes. Primeiro, há que escolher a mala de passeio que vamos adquirir. A que preenche todos os nossos requisitos quanto a ser prática e a ter espaço para todos os essenciais que lá queremos colocar. Entre as marcas comercializadas em parafarmácias, a oferta de malas de passeio é alguma e podem optar, por exemplo, pela mala de passeio da Mustela, da Uriage ou da Bioderma, só para referir três exemplos. Optar por uma mala de passeio destas marcas tem a vantagem de trazer produtos de higiene do bebé e, normalmente, estas malas têm o espaço suficiente para levar tudo o que precisem para os passeios com o vosso bebé. Se gostarem mais de uma opção em versão mochila, têm, por exemplo, este modelo de mochila de maternidade da Childhome, cheia de compartimentos para levar tudo, até os biberões para a hora da refeição. Podem encontrá-la à venda, por exemplo, na Home Sweet KidsPor aqui, a opção que tenho para mala de passeio é uma da Walking Mum, que podem encontrar à venda no El Corte Ingles, por exemplo.





Os meus essenciais para a mala de passeio são estes desta foto. Um muda-fraldas (aqui tenho este da Zara Home), é muito prático para mudarmos as fraldas fora de casa, é lavável na máquina e permite que não deitemos o bebé directamente nos fraldários que existem em diversos locais públicos. Para a muda da fralda fora de casa, é essencial ter fraldas (claro! Esta aqui nem era preciso escrever) e, por uma questão prática, utilizo toalhitas (agora estamos a experimentar estas da Mustela). Em casa, opto sempre por utilizar compressas de tecido não-tecido e um linimento. Depois, tenho sempre uma pequena bolsa com uma muda de roupa para qualquer eventualidade. A esta lista de essenciais, posso ainda juntar um pequeno lanche, caso o passeio seja maior. 

E vocês? Qual é a vossa lista de essenciais para a mala de passeio dos vossos filhotes?

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Ambiente preparado e Ikea... O quarto dos mais pequenos

Propositadamente, quando escrevi o primeiro post sobre ambiente preparado e Ikea que podem ler aqui, não comecei por escrever sobre o quarto dos mais pequenos. Nos vários grupos de mães que vou acompanhando no Facebook (que não específicos sobre Montessori), a primeira questão que a maioria coloca é onde encontrar a famosa cama casinha para se construir um quarto montessoriano. E é aqui que, talvez, começa por se ter a abordagem menos adequada a Montessori e a aplicarmos esta pedagogia em nossas casas. Primeiro, convém desmistificar que uma cama em forma de casa, ainda que esteja à altura do chão e permita à criança entrar e sair livremente, não é fielmente Montessori. Trata-se de um modelo de cama de inspiração nórdica e que, por acaso, também tem o colchão perto do chão. Está na moda e muitas marcas vendem-se como sendo Montessori mas convém ter presente que este método se caracteriza, acima de tudo, por uma enorme simplicidade na forma como se prepara ao ambiente para a criança. N…

A começar a incentivar a pintura... das paredes cá de casa!

Durante o fim-de-semana partilhei na página do Facebook do blog, uma foto com as mais recentes aquisições cá de casa destinadas a criar um cantinho de artes para o baby boy. Sim, apesar de estar a comprar estas coisas muito animada ao mesmo tempo já estou a imaginar toda uma decoração nova nas paredes cá de casa. Já estou a imaginar uns dedinhos pintadinhos de verde ou de laranja a deixarem a sua marca nas paredes e no chão, qual Picasso em formação! Aqui ficam algumas das comprinhas...

Adiante que coração de mãe sofre sempre por antecipação e imagina sempre os piores cenários...
Em conversa com a educadora do meu filhote, descobri a marca Giotto, uma marca existente desde 1920, destinada a fazer as maravilhas dos mais pequenos e dos graúdos na altura de desenhar, pintar e colorir o dia com as cores do arco-íris. Os produtos desta marca são os mais variados possível, indo desde aguarelas, lápis de cera e de cor, a maquilhagem, a plasticinas e guaches laváveis. Para além do mais, tem u…

Ambiente preparado e Ikea...Porque não?

Na semana passada publiquei um breve post em que dava algumas sugestões para os quartos dos mais pequenos a partir de peças do Ikea e da Vertbaudet. Numa manhã a caminho do trabalho, fui presenteada com o novo catálogo dessa catedral de decoração que é o Ikea e lancei uma pergunta na página do Facebook que foi muito bem recebida. E que pergunta era essa? Gostariam de ver um post em que juntasse Montessori e o novo catálogo que recebi?  Dada a curiosidade com esta minha ideia, aqui estou eu a colocá-la em prática...
Mas primeiro vamos ver o que é o ambiente preparado pois afinal de contas é esse o título deste post, não é verdade? Para quem conhece a pedagogia Montessori,  o ambiente preparado surge como uma parte fundamental desta pedagogia: o ambiente deverá estar adequado à criança,  seja pela sua idade ou tamanho, e as seus interesses, ao mesmo tempo que promove a sua autonomia, permitindo que se desenvolva ao seu ritmo e sem pressões ou interferência dos adultos.
Apesar de não s…