Avançar para o conteúdo principal

Permitir a descoberta: o Método Montessoriano

Nos dias de hoje e apesar da maior parte das nossas escolas seguirem a mesma abordagem, começam a ser já mais comuns outras possibilidades educativas o que nos permite, como pais e educadores, escolher aquela que mais nos faz sentido. Nas minhas leituras descobri o método Montessori que aposta na curiosidade natural de cada criança para a sua aprendizagem num ambiente que deve ser estimulante e adequado à faixa etária em que a criança se encontra. Este método foi criado pela educadora italiana Maria Montessori que considerou que o desenvolvimento se processa segundo planos de desenvolvimento, existindo em cada etapa da vida da criança um conjunto de características e necessidades específicas e assentando em seis pilares educacionais: autoeducação, educação como ciência, educação cósmica, ambiente preparado, adulto preparado e criança equilibrada. 

Segundo este método, cada criança deve ter a oportunidade de escolher os objectos e brinquedos que pretendem utilizar no seu crescimento, constituindo cada experiência diária uma oportunidade de aprendizagem que deverá ser aproveitada. Segundo o site Greenme, este método pode ser encarado segundo dez princípios: ambiente e ordem (as crianças aprendem melhor num ambiente arrumado), movimento e aprendizagem (importância da concentração e coordenação), livre escolha (liberdade de escolha não é sinónimo de poder fazer o que quiser), estimulação do interesse (viver num ambiente estimulante), recompensas (deixar a criança errar e acertar sozinha), actividades práticas (incluir a criança nas actividades diárias adequadas à sua idade), grupos com crianças de diferentes idades, importância do contexto (exemplos concretos são mais fáceis de aprender), papel do professor (auxiliar no processo de aprendizagem) e independência e autodisciplina (viver é aprender).

É um método que me tem despertado a atenção por permitir à criança explorar o mundo que a rodeia, aprender à sua velocidade e ser estimulado pelo meio em que se encontra. Num mundo em que as crianças se tornam cada vez mais sedentárias e passam a maior parte do seu dia dentro de casa, espero poder contrariar esta tendência e permitir ao meu filhote descobrir o mundo fora de portas. Não o quero preso a um qualquer écran durante grande parte do seu tempo livre... Há todo um contacto com a natureza que quero privilegiar e descobertas que quero que ele faça ao seu ritmo, sem pressas, sempre em busca da sua autonomia e da sua capacidade questionar o que vai observando. 

Fontes: 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Dicas e sugestões... Tornar o Dia do Pai mais especial!

É impressionante como ainda ontem estávamos a comemorar a entrada no novo ano e já andamos por aqui a pensar nas sugestões mais engraçadas para o Dia do Pai. O ano avança bem rapidamente e já é tempo de pensarmos no miminho que os nossos filhos vão dar ao homem que escolhemos para pai deles. Enquanto os nossos filhotes ainda não conseguem ter voto na matéria e sugerir aquilo que querem oferecer ao pai, cabe-nos a nós, verdadeiras mães malabaristas do século XXI, abraçar mais esta tarefa e descobrir aquela lembrança que vai tornar o Dia do Pai mais especial.
Sou apologista que não devemos comprar nada apenas porque sim. Existem homens que não ligam muito a ofertas e a prendas, outros que são esquisitos e que parecem não gostar de nada, outros ainda que se fecham em copas quanto ao que gostam ou ao que precisam e existem ainda aqueles que não gostam destas "mariquices" (como eles próprios lhes chamam) das lembranças do Dia do Pai que acabam por ficar fechadas numa qualquer ga…

My Little Love: A vossa festa com amor!

O mês de Maio é um mês muito doce no que toca a comemorações aqui em casa. O próximo mês de Maio assinala o primeiro aniversário do meu casamento e o segundo aniversário do meu filhote. Apesar de ainda faltarem dois meses para o dia da festa, por aqui os preparativos já começaram. A checklist da festa de aniversário já está impressa. Já se começou a pensar nas possíveis lembranças para os amiguinhos e já andámos a espreitar as lojinhas de artigos de decoração para ver as novidades. 
Mas festa que é festa, daquelas para ser memorável, pede a ajuda de quem conhece o mundo das festas e da organização de eventos melhor do que ninguém. E é assim que vos venho falar da My Little Love. Se procurarem por organização de festas de aniversário, a oferta é imensa por essa Internet fora. Ao escolherem quem estará a colorir a vossa casa para um dia especial deixo-vos a dica de procurarem alguém com quem tenham criado empatia facilmente. A My Little Love tem como lema "divirtam-se que nós trat…

Ambiente preparado e Ikea... O quarto dos mais pequenos

Propositadamente, quando escrevi o primeiro post sobre ambiente preparado e Ikea que podem ler aqui, não comecei por escrever sobre o quarto dos mais pequenos. Nos vários grupos de mães que vou acompanhando no Facebook (que não específicos sobre Montessori), a primeira questão que a maioria coloca é onde encontrar a famosa cama casinha para se construir um quarto montessoriano. E é aqui que, talvez, começa por se ter a abordagem menos adequada a Montessori e a aplicarmos esta pedagogia em nossas casas. Primeiro, convém desmistificar que uma cama em forma de casa, ainda que esteja à altura do chão e permita à criança entrar e sair livremente, não é fielmente Montessori. Trata-se de um modelo de cama de inspiração nórdica e que, por acaso, também tem o colchão perto do chão. Está na moda e muitas marcas vendem-se como sendo Montessori mas convém ter presente que este método se caracteriza, acima de tudo, por uma enorme simplicidade na forma como se prepara ao ambiente para a criança. N…