Avançar para o conteúdo principal

Primeiro aniversário... Paparoca não pode faltar!

Em Março escrevi que já estava a tratar dos preparativos da festa de primeiro aniversário do meu pequeno baby. Nessa altura, escrevi sobre duas decisões importantes que é necessário tomar antes de iniciar os preparativos: qual o local da festa e o tema que vamos escolher.

Escolhido o local e o tema da decoração e feita a lista dos convidados com quem queremos partilhar esta data tão especial, chega ao momento de pensar nas comidinhas e bebidas que vamos ter e tomar uma outra decisão: deixar o espírito masterchef baixar em nós e dedicarmo-nos à cozinha e preparar tudo em versão homemade? Ou deixar a paparoca nas mãos de quem já está mais habituado do que nós a tratar destas festas? 

Pois bem... Este ponto aqui depende, à semelhança da escolha da decoração, do orçamento que decidiram dedicar a este dia. No entanto, seja feito em casa ou comprado fora, temos sempre de ter presentes alguns pontos como possíveis intolerâncias ou alergias alimentares, número e idade das crianças presentes, hora a que vai ser a festinha e a época do ano. Não se esqueçam também de que, havendo crianças mais pequenas e que possam ainda estar a atravessar a fase de introdução dos alimentos, convém falar com os pais e saber aquilo que podem ou não comer de forma a terem alguns miminhos para eles preparados. Convém também, e porque podem ser crianças em tenra idade, não abusar dos doces presentes na mesa, tendo para eles opções mais saudáveis e que os possam deliciar, sem culpas ou sem riscos de doses de açúcar em excesso. Para isso, recomendo, por exemplo, as receitas partilhadas pelo blog Na Cadeira da Papa e no livro "Mãe, quero mais!", da autora do blog, onde podem encontrar algumas sugestões bem interessantes, fáceis de fazer e para comer sem preocupações. Recentemente, a Leonor (autora do blog Na Cadeira da Papa) partilhou alguns posts sobre a festa de aniversário das suas filhotas em que podem ver o tipo de sugestões de que falo, um com o tema da Doutora Brinquedos e outro com o tema da selva.

Por aqui, vamos optar pela versão de apoio externo... E a nossa escolha para preparar as comidinhas recaiu sobre a Casinha do Chá, um espaço amoroso que fica na Costa da Caparica e onde podem comer uns bolinhos de comer e chorar por mais (se tiverem oportunidade de passar por lá, experimentem o de batata doce e côco. Uma combinação inesperada mas absolutamente deliciosa!). E posso adiantar-vos que são amorosas em ajudarem-vos a preparar o melhor para os vossos convidados. Fica aqui a fica. 

Nos próximos dias, irei partilhar um pouco mais da decoração... E algumas dicas e sugestões que podem também seguir na preparação das vossas próprias festinhas para que sejam o momento mais especial possível!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Ambiente preparado e Ikea... O quarto dos mais pequenos

Propositadamente, quando escrevi o primeiro post sobre ambiente preparado e Ikea que podem ler aqui, não comecei por escrever sobre o quarto dos mais pequenos. Nos vários grupos de mães que vou acompanhando no Facebook (que não específicos sobre Montessori), a primeira questão que a maioria coloca é onde encontrar a famosa cama casinha para se construir um quarto montessoriano. E é aqui que, talvez, começa por se ter a abordagem menos adequada a Montessori e a aplicarmos esta pedagogia em nossas casas. Primeiro, convém desmistificar que uma cama em forma de casa, ainda que esteja à altura do chão e permita à criança entrar e sair livremente, não é fielmente Montessori. Trata-se de um modelo de cama de inspiração nórdica e que, por acaso, também tem o colchão perto do chão. Está na moda e muitas marcas vendem-se como sendo Montessori mas convém ter presente que este método se caracteriza, acima de tudo, por uma enorme simplicidade na forma como se prepara ao ambiente para a criança. N…

A começar a incentivar a pintura... das paredes cá de casa!

Durante o fim-de-semana partilhei na página do Facebook do blog, uma foto com as mais recentes aquisições cá de casa destinadas a criar um cantinho de artes para o baby boy. Sim, apesar de estar a comprar estas coisas muito animada ao mesmo tempo já estou a imaginar toda uma decoração nova nas paredes cá de casa. Já estou a imaginar uns dedinhos pintadinhos de verde ou de laranja a deixarem a sua marca nas paredes e no chão, qual Picasso em formação! Aqui ficam algumas das comprinhas...

Adiante que coração de mãe sofre sempre por antecipação e imagina sempre os piores cenários...
Em conversa com a educadora do meu filhote, descobri a marca Giotto, uma marca existente desde 1920, destinada a fazer as maravilhas dos mais pequenos e dos graúdos na altura de desenhar, pintar e colorir o dia com as cores do arco-íris. Os produtos desta marca são os mais variados possível, indo desde aguarelas, lápis de cera e de cor, a maquilhagem, a plasticinas e guaches laváveis. Para além do mais, tem u…

Ambiente preparado e Ikea...Porque não?

Na semana passada publiquei um breve post em que dava algumas sugestões para os quartos dos mais pequenos a partir de peças do Ikea e da Vertbaudet. Numa manhã a caminho do trabalho, fui presenteada com o novo catálogo dessa catedral de decoração que é o Ikea e lancei uma pergunta na página do Facebook que foi muito bem recebida. E que pergunta era essa? Gostariam de ver um post em que juntasse Montessori e o novo catálogo que recebi?  Dada a curiosidade com esta minha ideia, aqui estou eu a colocá-la em prática...
Mas primeiro vamos ver o que é o ambiente preparado pois afinal de contas é esse o título deste post, não é verdade? Para quem conhece a pedagogia Montessori,  o ambiente preparado surge como uma parte fundamental desta pedagogia: o ambiente deverá estar adequado à criança,  seja pela sua idade ou tamanho, e as seus interesses, ao mesmo tempo que promove a sua autonomia, permitindo que se desenvolva ao seu ritmo e sem pressões ou interferência dos adultos.
Apesar de não s…